Doenças que bichos de estimação podem transmitir aos humanos

Ter um animal de estimação em casa é tudo de bom! Eles nos trazem muito amor, companheirismo, momentos de relaxamento, nos retribuem da forma deles tudo o que é feito por eles. Porém, não podemos deixar de alertar sobre possíveis doenças que eles podem nos transmitir se não tomarmos alguns cuidados e prosseguir com tratamentos veterinários para eles.

Vamos citar aqui as doenças mais comuns, que os animais transmitem e os cuidados que você precisa ter.

A mais conhecida é a toxoplasmose, que pode ser transmitida através da ingestão de água ou alimentos contaminados com oocistos esporulados que podem estar presentes nas fezes do gato. A toxoplasmose só pode ser transmitida de mulher grávida para o bebê que está gerando, não é transmitida de pessoa para pessoa, como muitas pessoas concluem.

Popularmente conhecido como bicho geográfico, a Ancilostomíase está em cães e/ou gatos infectados com ancilostomídeos, sobretudo A. braziliense e A. Ceylanicum, que contaminam o ambiente com as fezes. É comum em locais praianos ou em caixa de areia que seres humanos tenham contato. 

A raiva é uma das doenças que mais amedrontam os seres humanos que se apresenta como um vírus, ela pode ser transmitida através da lambida ou mordida de cães, gatos, ratos, bovinos, equinos, suínos, macacos, morcegos e animais silvestres. Normalmente nosso contato são com animais não silvestres, por isso os animais domésticos devem ser vacinados anualmente contra a raiva.

A sarna em cães e gatos pode ser transmitida para o ser humano facilmente, é necessário que o tratamento no animal seja adequado e levado até o final, assim com a higiene do animal e da pessoa que estiver cuidando dele também. Por isso, é tão importante estar atento ao comportamento do animal para ser tratado no começo.

Para evitar qualquer doença em seu animalzinho e não afetar a sua família, é muito importante manter a higiene do local e mantê-los sempre vermifugados com três doses anuais, verão, primavera e inverno.  Amar é também cuidar e prevenir! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *